A concretude do sorriso


Talvez um dia a gente sorria.

Sorria depois de um dia em silêncio, ou para não dizer que ficou em silêncio, pegou o violão e tocou uma nota. Sorria após seis horas correndo, ou, para não dizer tanto, fez as mesmas coisas que faz todos os dias. Sorria ao passar pela sala vazia e lembrar que no segundo domingo de maio, um "eu te amo mãe" esteve ali presente. Sorria ao ver que aquele coração desenhado por seus pequenos dedos no espelho após o banho, agora está ao seu lado e tem nome. Sorria ao perceber que o cheiro daquela pessoa que te abraçou à dias, está rondando a roupa que você não lavou e ainda sorria porque você sabe que não quer lavar. Sorria vendo duas, três ou vinte e quatro pessoas estressadas, inspiradas ou distraídas com coisas diferentes ao mesmo tempo. Talvez dê um meio sorriso e um arquear de sombrancelhas na intensidade do silêncio que nunca poderia ter sido substituído por palavras naquele momento, naquela hora e naquele lugar. Talvez chore vendo o salto que você deu e o sentido que a vida tomou depois dele, mas quem disse que esse choro não é um sorriso?! Risos e lágrimas serão esboçados em seu rosto quando lembrar do dia que foi pego de surpresa por um gesto de carinho depois de uma batida de frente com a mãe. A fragilidade dominará seu céu nublado após as pazes.

Mas dentro da concretude de cada sorriso, cabe ainda a percepção de que até mesmo a simplicidade de um dia qualquer, de uma hora qualquer ou de qualquer tempo, Deus permite que você sinta, veja, ouça, experimente e viva!


Tiago 5:13 - Está alguém entre vós sofrendo? Faça a oração. Está alguém alegre? Cante louvores.

13 comentários:

Adrieli disse...

Sorria dos mais pequenos detalhes da vida e você vai ver que a dor do sofrimento não será tão forte, quando você valorizar os outros pequenos momentos bons.
Amei!

xMiauStrawberryx disse...

texto muuuito bom.
Adorei e já estou seguindo!
bjs, sucesso sempre.

Sara f. ♣ disse...

''Mas dentro da concretude de cada sorriso, cabe ainda a percepção de que até mesmo a simplicidade de um dia qualquer, de uma hora qualquer ou de qualquer tempo, Deus permite que você sinta, veja, ouça, experimente e viva!''
Lindo *-* parabéns, os teus posts são maravilhosos. Que Deus te abençoe cada dia mais. Bgs :*

May Ribeiro disse...

Bom texto, Bárbara. Um sorriso aos detalhes, momentos simbolicos, segundos longos. Tão simples.

Apareça no palavraemsintonia.blogspot.com

Marina disse...

Muito bom! Como sempre Babi!
Bjs.

Daniel Possari - Zâmbia disse...

Gostei muito dessa ultima postagem! Quando estiver com mais tempo passo aqui para ler os outros tópicos! Parabéns! Fica na paz!

Caio Coletti disse...

E como é bom ver, ouvir, experimentar e viver! Se às vezes as dificuldades da vida são motivos para choro, quem disse que esse choro também não é motivo para um sorriso? Quem disse que o privilégio de estar vivo, de poder sentir cada coisa que passa por nós, de não ficar insensível ao que se passa a nossa volta, não é, sempre, um motivo para sorrir?

Acho que, quanto mais a gente sabe que a vida é motivo para sorriso muito mais do que para choro, mais o destino nos vai sorrir no nosso caminho.

Como sempre, inspirador, lindo e maravilhosamente escrito! Parabéns!

Beijos! ;D

lolla disse...

divulgando meeu blog :

http://lollaramonad.blogspot.com/

_ me segueem que na hora eu sigo tbb (:
*bgs :*

lolla disse...

obg;
vou seguir tbb
beijo *-*

Sara f. ♣ disse...

Tem selinho pra ti no meu blog *-*
Bgs :*

Marina disse...

Tem um selo pra você lá no meu blog.
Beijos.

Aline Sales disse...

Muito lindo seus textos Babi, qe Deus continue dando esse dom para voce (:

menina ree. disse...

"Sorria ao passar pela sala vazia e lembrar que no segundo domingo de maio, um "eu te amo mãe" esteve ali presente."
-
Não sabe como seu texto me tocou profundamente, principalmente por ter me feito sorrir hoje.

 
Copyright © Babi Leão